terça-feira, 1 de julho de 2014

Concurso "Educação Além do Prato"

Em breve abriremos as inscrições para as receitas e para tanto verifique os alimentos obrigatórios, os permitidos e os proibidos!

Selecionaremos uma receita culinária de preparação quente ou fria que privilegie frutas e hortaliças em sua preparação.


É possível utilizar outros alimentos que não foram previstos na Relação B desde que  não conste na Lista de Alimentos Proibidos.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Educação Além do Prato


A EMEF Malba Tahan participará do concurso "Educação Além do Prato".
Estaremos divulgando maiores informações na Reunião de Conselho e neste blog.
Maiores informações no site:

PARTICIPE!

sexta-feira, 26 de abril de 2013

30 de abril de 2013 - Dia literário no Malba

No próximo dia 30 de abril, dedicaremos parte de nossas aulas para tratar da literatura com todas as nossas turmas, com o objetivo de valorizar ainda mais o prazer de ler.

Como forma de fazermos um aquecimento literário, segue um texto do grande poeta brasileiro Manoel de Barros:


ESCOVAR (2003)

Eu tinha vontade de fazer como os dois homens que vi sentados na terra escovando osso. No começo achei que aqueles homens não batiam bem. Porque ficavam sentados na terra o dia inteiro escovando osso. Depois aprendi que aqueles homens eram arqueólogos. E que eles faziam o serviço de escovar osso por amor. E que eles queriam encontrar nos ossos vestígios de antigas civilizações que estariam enterrados por séculos naquele chão. Logo pensei de escovar palavras. Porque eu havia lido em algum lugar que as palavras possuem no corpo muitas oralidades remontadas e muitas significâncias remontadas. Eu queria então escovar as palavras para escutar o primeiro esgar de cada uma. Para escutar os primeiros sons, mesmo que ainda bígrafos. Comecei a fazer isso sentado em minha escrivaninha. Passava horas inteiras, dias inteiros fechado no quarto, trancado, a escovar palavras. Logo a turma perguntou: o que eu fazia o dia inteiro trancado naquele quarto? Eu respondi a eles, meio entresonhado, que eu estava escovando palavras. Eles acharam que eu não batia bem. Então eu joguei a escova fora.

BARROS, Manoel. Memórias inventadas: a Infância. São Paulo: Planeta, 2003, I.


A coordenação.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

EMEF MALBA TAHAN/PREFEITO/SECRETÁRIO

ESCOLA MUNICIPAL MALBA TAHAN -
DIRETORIA REGIONAL DE ITAQUERA
ENCONTRO COM O PREFEITO HADDAD E SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO CÉSAR CALLEGARI
Os alunos da Imprensa Jovem da EMEF MALBA TAHAN, no dia 06/02/2013 realizaram no CÉU QUINTA DO SOL mais uma cobertura jornalística.
 


O evento denominado "Aula Inaugural" contou com a presença do Prefeito Fernando Haddad e do secretário de Educação César Callegari.
 
Foi realizada uma roda de conversa onde os repórteres mirins de diversas escolas e regiões de São Paulo faziam suas perguntas. A aluna Priscila Rosa(de camiseta cor de abóbora ao lado do prefeito) representou a região de Itaquera e nossa escola.



A aluna Kawany Nicácio ( ao lado de Priscila Rosa) realizou uma entrevista com o Secretário de Educação Srº César Callegari.
 

 Estiveram presentes também representantes da Coordenadoria de Educação de Itaquera e o
 Dirigente Regional Srº Valter de Almeida. Parabéns a todos os alunos que mais uma vez demonstraram seu empenho e responsabilidade.
 
 




Ouça a entrevista com o secretário acessando o link abaixo:

 
 
 Professora Wilma Aurélio

domingo, 28 de outubro de 2012

quinta-feira, 30 de agosto de 2012


IX CONGRESSO DE PREVENÇÕES DAS DST E AIDS



Relato dos alunos repórteres

Aconteceu no Anhembi, o maior evento sobre Sistemas de Saúde e Redes Comunitárias, o maior congresso de prevenções das DST entre os dias 28 a 31 de agosto de 2012. O evento que reuniu representantes de vários países apresentou vários projetos de países da América Latina. Trinta alunos do Projeto Imprensa Jovem esteve presente com a galera das escolas EMEF Malba Tahan, EMEF Antônio Duarte de Almeida e CEU EMEF Conceição Maria Aparecida de Jesus da Diretoria Regional de Educação Itaquera.




Confira o relato de nossos alunos repórteres Matheus Rocha e Maria Eduarda da escola Malba Tahan, da aluna Sandra da Silva da escola Antônio Duarte, das alunas Sabrina Rodrigues e Caroline da Silva da escola Conceição.

Ao chegarmos ao Anhembi percebemos que havia muitos stands e pessoas de toda a América Latina. Visitamos vários stands, em um deles ganhamos cartões postais sobre a importância do uso da camisinha. Havia um túnel que era como se você estivesse dentro de uma camisinha, o nome do túnel era “Por dentro da camisinha.”.




No espaço do programa“Qualidade de vida com medicinas tradicionais e práticas integrativas em saúde”as pessoas faziam ginástica e yoga com a ajuda de profissionais.



No espaço ”academia de saúde” havia muitos brinquedos e eles ensinavam a importância de fazer esportes.




No espaço “fique sabendo” as pessoas faziam testes rápidos de AIDS, sífilis, hepatite B e C e o resultado saía na hora. Fizemos entrevistas, tiramos fotos e fomos conhecer todo o espaço.

Destacamos também a entrevista feita em língua espanhola pela aluna Melissa Kisper que é Boliviana da escola Antônio Duarte de Almeida com dois sociólogos: Maria do Rosário Leon do Peru e Fernando Alberto Munhoz do Chile, ambos trabalham na prevenção de DST em trabalho comunitário.

Eles falaram da importância do Projeto voluntário na América Latina, voltado para uma comunidade carente, onde o número de gays é muito grande e o poder aquisitivo é muito baixo. Um evento como este é esclarecedor e a participação dos alunos da escola pública é de fundamental importância.





O grupo de Imprensa Jovem do CEU EMEF Conceição assistiram a peça: “ Depois daquela viagem” –Diário de bordo de uma jovem que aprendeu a viver com AIDS, baseado no livro de Valeria Piassa Polizzi: “ A peça que assistimos retrata um livro que conta a história de uma jovem que em meio a sua vida acaba adquirindo o vírus do HIV, aos 16 anos de idade.

Uma pessoa com personalidade conturbada de três momentos diferentes mostrado na peça. O primeiro momento revela uma mente infantil e imatura. O segundo, já nos mostra uma mente repleta de rebeldia, com atos nem sempre tão aceitáveis. O último momento, apresenta uma jovem com personalidade forte e decidida.

“Ao longo da peça, a protagonista percebe a importância de um tratamento para a sua doença, concluindo com isso que não é o fim do mundo”. Para Valéria "A vida é uma daquelas coisas tão presentes que passa despercebida. Às vezes nós precisamos quase perdê-la, ou achar que está por se perder, para lhe darmos o devido valor e dimensão. E, ainda assim, não conseguimos entendê-la direito”.

Saiba mais sobre a cobertura acessando os links abaixo:

Mais fotos
Aluna repórter Laryssa Noronha, entrevista Mariana Braga, oficial de projetos da UNESCO

Aluna repórter Ana Julia, entrevista Lia Fernanda,consultora da UNESCO do projeto Segurança Humana.Aluna repórter Gleyce Florêncio, entrevista Leda, programa Ludicidade